Serviços
Benefícios
Agenda de Cursos
Balcão de Talentos

A cada seis dias, uma nova farmácia é inaugurada em Teresina



A efervescência do setor surpreende os teresinenses, anima os profissionais da área e gera memes nas redes sociais.

No lugar da hamburgueria, na zona Leste de Teresina, agora vê-se o letreiro de uma importante rede de farmácias que se instalou recentemente na cidade. No Centro da Capital, pontos comerciais também dão lugar a empreendimentos farmacêuticos. Nas demais zonas, seja Norte, Sul ou Sudeste, os moradores acompanham a instalação de grandes ou medianas redes do setor. E não é pura impressão: no ano de 2017, a média, em Teresina, é que, a cada seis dias, uma farmácia nova abria as portas na Capital, desbancando empreendimentos de variados ramos.

Dados da Junta Comercial do Estado do Piauí (Jucepi) mostram o cenário que segue a todo vapor para o ramo de medicamentos: em 2015, foram abertas 39 farmácias na Capital; em 2016, 35 novos empreendimentos; e o ano de 2017 apresentou um recorde dos três últimos anos, com a abertura de 60 farmácias.

A efervescência do setor é entendida por um contexto maior. Teresina tem, entre um de seus mais importantes destaques, o Polo de Saúde. A cidade concentra o chamado ‘turismo de saúde’, já que muitas pessoas de municípios piauienses e de outros Estados vem à Capital do Piauí em busca de tratamentos médicos. Essa demanda por serviços de saúde gera, concomitantemente, uma busca por redes de medicamentos, também em ascensão.

Para o presidente do Conselho Regional de Farmácia do Piauí (CRF-PI), Luiz Júnior, a ampliação do setor é vista de forma muito positiva. “A gente vê com enorme euforia esse crescimento. As farmácias, a venda de medicamentos como um todo, já que falamos da indústria farmacêutica, que engloba a distribuição, varejo, seja esse varejo com droga industrializada, como é o caso da drogaria, ou com droga farmacomanipulada, que é o caso da manipulação, é um setor que não conhece crise. A população sempre vai precisar usar medicamentos por mais que a qualidade de vida tenha aumentado, a prática de atividade física expandido, por mais que o acesso à saúde tenha melhorado, a população sempre vai precisar de medicamentos”, considera.

Mas a explicação para o boom de farmácias, não só no Piauí como em todo o Brasil, está também no fato de que o setor se modernizou. As empresas não oferecem apenas medicamentos, mas também produtos de beleza, higiene, alimentação e até utilidades. As grandes redes se tornam pequenos shoppings de saúde, onde o consumidor tem, ao alcance da mão, um enorme leque de possibilidades.

Memes

Como toda cidade, Teresina tem algumas características marcantes. O seu calor habitual, por exemplo, é um detalhe quase indissociável quando se fala na Capital do Piauí. Muitos elementos se somam às características de Teresina e, agora, um comumente citado é a expansão do setor farmacêutico.

Páginas de humor nas redes sociais, como o Facebook e Instagram, que são destinadas a transformar em piada os aspectos presentes na cidade, já embarcaram na onda de fazer da presença massiva das drogarias em Teresina motivo de sorrisos.

O perfil ‘Teresina Ordinária’ com mais de 50 mil curtidores já produziu conteúdo em que mostrava o PIB de Teresina ser derivado em sua grande parte de drogarias.

No Twitter, usuários reforçam a brincadeira: “Eu tenho a impressão de que nos próximos anos todas as doenças serão erradicadas de Teresina pq em breve vai ser uma farmácia pra cada 10 habitantes”, relata um usuário.

Assim, os empreendimentos que aquecem a economia local e oportunizam emprego e renda para centenas de pessoas, também movimentam a internet.

Fonte: Portal Odia


Compartilhe


Comentários