Serviços
Benefícios
Agenda de Cursos
Balcão de Talentos
Meu Cadastro

Procon aponta variação de até 336% no preço de medicamentos em Campinas



Maior diferença foi encontrada no remédio genérico Glibenclamida, disponível por R$ 9,90 em uma farmácia e R$ 2,13 em outra.

O Procon de Campinas (SP) apontou uma variação de até 336,6% no preço de medicamentos em farmácias do municípios. O levantamento foi feito pelo órgão municipal durante o mês de maio e divulgado nesta quarta-feira (6). A maior diferença foi encontrada no genérico Glibenclamida 5mg, para tratamento de diabetes, disponível por R$ 9,90 em um estabelecimento e R$ 2,13 em outro.

Além de medicamentos genéricos, remédios de referência também foram analisados pelo órgão. No segmento, o Zentel (Albendazol), utilizado para tratar vermes e parasitas, foi o que registrou a maior variação, com preços que vão de R$ 3,93 a R$ 12,11, que equivale a uma diferença de 208,14%.

Procon registrou variação de 336% nos preços de remédios em Campinas (Foto: Sílvio Túlio/G1)

Os fatores apontados pelo Procon para a variação de preços são os descontos aplicados de maneira diferente por cada estabelecimento, condições comerciais de compra e rentabilidade da loja. Em algumas drogarias de rede, também há políticas separadas para cada forma de compra, como internet, telefone ou loja física.

No entanto, para que não haja cobranças ilegais, o Procon orientou os consumidores a consultar a lista de preços máximos dos medicamentos no site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Genérico mais barato

De acordo com a pesquisa do Procon, o medicamento genérico é 56,7% mais barato que o de referência. No total, foram analisados 32 medicamentos em nove drogarias de Campinas.

Fonte: G1


Compartilhe


Comentários