Serviços
Benefícios
Agenda de Cursos
Balcão de Talentos
Meu Cadastro

Proteína antiviral explica abortos e complicações em casos de zika



Um novo estudo sugere que os efeitos prejudiciais da zika sobre os fetos surgem, ironicamente, da atividade de uma proteína destinada a manter os vírus longe. A proteína em questão é chamada de interferon, uma “ferramenta” usada pelo sistema imunológico para interferir na replicação de fungos, vírus, bactérias e células de tumores. Só que nem todos os seres humanos — nem todos os camundongos, que foram os objetos da pesquisa — possuem receptores para todos os tipos de interferons. Sem esses receptores no organismo, as proteínas não conseguem agir para combater os vírus e outras doenças.

Fonte: Sincofarma/SP


Compartilhe


Comentários