Tributos sobre remédios



A carga tributária média incidente sobre medicamentos no país alcançou 31,3% do preço final ao consumidor neste ano, após o Ceará, Piauí e Paraná elevarem as alíquotas do ICMS, segundo cálculo do Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma). Esse índice se compara a 31,2% ao longo de 2016 e segue como um dos maiores do mundo. A Argentina, cobra em média 21% e países como Estados Unidos e México não cobram tributos sobre remédios.

Fonte: Panorama Farmacêutico

NOSSOS PARCEIROS