Anuário traz dados de mercado sobre medicamentos controlados



Informações são referentes a fármacos de tarjas vermelha e preta. Publicação também inclui dados sobre medicamentos isentos de prescrição.

 

Os medicamentos controlados, popularmente conhecidos como de tarja preta e vermelha, totalizaram 4,1 bilhões de embalagens vendidas em 2019. Essa quantidade correspondeu a 78% dos cerca de 5,3 bilhões de unidades de fármacos vendidos no mercado brasileiro naquele ano. A venda desses produtos gerou um faturamento de R$ 77,6 bilhões, o que representou 90% do total da comercialização de medicamentos em 2019.  

Entre esses produtos, os de tarja vermelha foram os mais representativos, com quase 4 bilhões de unidades vendidas e um faturamento de R$ 75,9 bilhões. Já os de tarja preta totalizaram 124,8 mil embalagens e R$ 1,7 bilhão em vendas.  

Quanto aos medicamentos isentos de prescrição (MIPs), em 2019 foi comercializado 1,1 bilhão de unidades desses produtos, representando 21,62% do total vendido no país, com faturamento de R$ 8,2 bilhões – 9,65% do total. Confira os dados na tabela abaixo.   

Medicamento  Faturamento-2019 (R$)  % sobre o total  Qtd. comercializada-2019  % sobre o total 
Mips  8.290.908.285,00  9,65%  1.137.472.823  21,62% 
Prescrição  77.669.527.549,00  90,35%  4.123.793.137  78,38% 
Total geral  85.960.435.834,00  100,00%  5.261.265.960  100,00% 

 

Os dados são do Anuário Estatístico do Mercado Farmacêutico, que chega à sua 5ª edição em uma versão comemorativa, trazendo dois grandes recortes de informações: um dedicado ao panorama do mercado em 2019 e outro com séries históricas entre 2015 e 2019.  

Série histórica  

Em termos de embalagens comercializadas, os medicamentos isentos de prescrição cresceram 53,4% entre 2015 e 2019. Já os medicamentos controlados de tarja vermelha tiveram um acréscimo de 30,2% nesse quesito. Para os medicamentos tarja preta, o aumento foi de 27,7%.  

 

Medicamento  Quantidade comercializada  Quantidade comercializada  Quantidade comercializada  Quantidade comercializada  Quantidade comercializada 
Ano  2015  2016 2017 2018 2019
Total  3.911.354.632  4.403.524.640  4.329.990.238  4.559.548.822  5.261.265.960 
Mips  741.353.012  908.537.866  893.366.204  940.728.870  1.137.472.823 
Tarja preta  97.727.062  100.781.221  99.098.277  104.352.067  124.798.078 
Tarja vermelha  3.072.274.558  3.394.205.553  3.337.525.758  3.514.467.886  3.998.995.059 

 

Tarjas     

De modo geral, medicamentos controlados são aqueles que exigem prescrição, devido a riscos e efeitos colaterais envolvidos no uso do produto. Os de tarja vermelha são aqueles considerados de risco moderado, cuja venda é realizada mediante apresentação de receita médica ou odontológica. São produtos recomendados para diversos tipos de tratamentos, como, por exemplo, diabetes e pressão alta. Mas também abrangem psicotrópicos, substâncias que atuam no sistema nervoso central.     

Os medicamentos de tarja preta são aqueles que representam maior risco para o consumidor, exigindo controle ainda mais rigoroso quanto ao receituário e à dispensação ao paciente, bem como em relação aos cuidados quanto aos seus efeitos, uma vez que podem causar dependência física e psíquica.   

Já os MIPs são medicamentos destinados ao tratamento, prevenção ou alívio de sinais e sintomas de doenças não graves, podendo ser dispensados da exigência de prescrição ou receita médica, o que não significa que possam ser consumidos sem orientações e de forma indiscriminada. Assim como qualquer outro produto farmacêutico, o uso desses fármacos deve ser feito com base nas instruções da bula.  

Leia a íntegra da 5ª edição do Anuário Estatístico do Mercado Farmacêutico, com dados de 2019 e séries históricas de 2015 a 2019.  

Fonte: Anvisa


Compartilhe


Comentários