Aromaterapia: óleo essencial de Hortelã Pimenta



Liliane Barros fala nessa crônica sobre sobre as propriedades terapêuticas e dicas de uso dos óleos essenciais.

 

Dia 30 de Novembro Liliane Barros dará um curso presencial na sede do Sincofarma sobre ‘‘HOMEOPATIA – DA TEORIA À PRÁTICA”  INSCREVA-SE AGORA.

 

Na aromaterapia utilizamos o óleo essencial de Hortelã Pimenta (Mentha piperita).

É um dos óleos mais utilizados devido as diversas propriedades. São tratados tanto problemas físicos quanto mentais e emocionais.

 

Este óleo tem vários benefícios, além do aroma maravilhoso.

 

Uma grande quantidade de mentol é importante para um bom óleo essencial de Hortelã Pimenta. Assim é importante sabermos a procedência e qualidade dos óleos que adquirimos.

 

Quanto as propriedades podemos descrever várias: antioxidante, descongestionante e anti-inflamatório.

 

Podemos utilizar também para dores de cabeça por tensão, colocando em difusor ou diluindo em óleo vegetal, por exemplo, óleo de coco. A aplicação deverá ocorrer nas têmporas. Pode atuar de maneira positiva em enxaquecas.

 

Dica: Peppermint, como também é chamada, é excelente para dar energia, revitalizar e aliviar a estafa mental. Assim não a utilize a noite antes de dormir, pois impedira um sono tranquilo.

 

Dica: Para alivio nos problemas respiratórios podemos utilizar diluído no peito e nas costas ou 3 gotas em difusor.

 

Também é utilizado para problemas digestivos, intestinais e ajuda na digestão. Boa dica é utilizá-la após o almoço.

Pode ser utilizado diluído em óleo vegetal para alívios de dores musculares e nas articulações.

Quanto ao emocional é indicado para melhorar a energia mental. Para pessoas impacientes e intolerantes a calma é restabelecida e o mental se equilibra, diminuindo a ansiedade e possibilitando foco.

Fonte: Sincofarma

Publicado em 25 de outubro de 2021


Compartilhe


Comentários