Como orientar e alertar seus pacientes sobre a Dislipidemia



Cuidado! é uma doença silenciosa que nos últimos anos ocorreu um aumento considerável de diagnósticos de dislipidemia. A nossa colunista Liliane Barros explica o que é e algumas dicas de prevenção. 

 

Entre outros fatores, podemos também considerar a Dislipidemia como causas:  a alimentação inadequada com ingestão excessiva de calorias totais, gordura saturada, colesterol e gordura trans e uma vida sedentária. As outras razões podem ser devido aos fatores genéticos e uso de medicações, como os corticoides e os diuréticos.

A dislipidemia aumenta os riscos para doenças cardiovasculares, como infartos, e acidente vascular cerebral.

Em primeiro lugar vamos definir.

A dislipidemia é definida por distúrbios metabólicos que atuam nos níveis séricos de lipoproteínas circulantes.

Quando o indivíduo apresenta elevado nível de lipídeos na corrente sanguínea, placas de gordura se formam e podem se acumular nas artérias (aterosclerose), o que pode levar a obstrução parcial ou total, dificultando a circulação do sangue.

A maneira para detectar o problema é através da realização de exames de sangue, por isso a necessidade de realizar exames periódicos. Podemos dizer que é uma doença silenciosa.

O acompanhamento de um médico é importante após o diagnóstico. É uma doença crônica que poderá durar a vida toda ou alguns anos.

 

A prevenção é o caminho!

O tratamento consiste em uso de estatinas (hipolipemiantes), alimentação saudável e exercícios físicos constantes.

Com o aumento da prevalência da dislipidemia, ocorreu também um aumento da procura de alimentos que ajudam na redução da doença.

Dica: a Linhaça é um fitoterápico, bastante utilizado na forma de farinha e que por conter altas concentrações de ácido alfa-linolênico (ALA) e ser fonte de fibras e de lignana que atuam de forma benéfica no perfil lipídico, prevenindo e tratando.

Alguns estudos concluíram que a linhaça promoveu aumento da concentração de HDL, mas atuou de forma majoritária na diminuição do triglicerídeos, do colesterol e do LDL. O que é bastante positivo e demostra como é importante acrescentarmos na nossa alimentação diária.

Dica: Allyl ABG TM é um ativo padronizado em S-Allyl-Cysteine, que é um bioativo que está presente no Allium sativum.

Tem como propriedades o controle da dislipidemia, redução de triglicérides e LDL e aumento de HDL, diminui o acumulo de triglicérides, entre outras propriedades.

A recomendação como posologia é de 250mg ao dia ou 125 mg 2 vezes ao dia.

É importante ressaltar a importância de uma alimentação saudável com diminuição de ingestão de gorduras, a atividade física frequente e acompanhamento médico e assim viver com qualidade de vida!

Fico por aqui!

Até a próxima semana com mais dicas magistrais!!!

Gratidão!

Dra. Liliane Barros

WhatsApp: (11) 98269-8491

Consultório – Rua: Barata Ribeiro, 380 – conjunto 26 – Cerqueira César – São Paulo, SP

  • Atendimento para saúde mental e física utilizando as terapias integrativas e complementares – Reiki, Florais de Bach, Óleos essenciais, Meditação e Fitoterapia.
  • Consultoria Técnica Magistral

e-mail   lilianeabarros@gmail.com

Instagram   profa_liliane_barros

Facebook  Liliane Barros

LinkedIn   https://www.linkedin.com/in/liliane-almeida-barros-05118934

 

 

Fonte: Sincofarma

Publicado em 5 de outubro de 2021


Compartilhe


Comentários