Descarte de medicamentos: o que é a logística reversa? Ao vivo no YouTube



Sincofarma/SP fará transmissão ao vivo para falar do Decreto que regulamenta o descarte correto de medicamentos domiciliares vencidos ou em desuso, de uso humano, e de suas embalagens após o descarte pelos consumidores utilizando a logística reversa, com o autor do programa no dia 01 de julho.

Segundo o Decreto 10.388, assinado pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, em uma conferência virtual na qual o Sincofarma/SP também participou, o processo chamado logística reversa está regulamentado e traz algumas obrigações e responsabilidades para as farmácias, distribuidoras e indústria. Se você tem dúvidas sobre o que é esse processo e como ele irá funcionar para sua farmácia, o Sincofarma/SP irá transmitir ao vivo, pelo canal do YouTube para explicar melhor o que foi estabelecido.

O QUE É LOGÍSTICA REVERSA?

O termo logística reversa significa que o remédio fará o caminho inverso do processo de compra. Os consumidores irão descartá-lo nas farmácias, depois eles serão recolhidos pelas distribuidoras e, por fim, as indústrias os enviarão para uma unidade de tratamento e destino final, deverá ser ambientalmente apropriado. 

Esse processo é considerado mais eficiente para proteção do meio ambiente, e proteção a saúde da população, principalmente quando pensamos que dispensar esses produtos incorretamente traz consequências sérias como a contaminação do solo e de água subterrâneas. 

De acordo com dados levantados pela Brasil Health Service (BHS) as estatísticas mostram que 1kg de medicamentos jogado no esgoto pode contaminar até 450 mil litros de água. E o problema vai ainda além disso, já que muitas medicações, quando entram em decomposição, liberam substâncias tóxicas. 

A forma correta de eliminar esses itens é por meio de incineração, coprocessamento ou até aterro sanitário classe I para produtos químicos perigosos em usinas que seguem as regras das normas ambientais e técnicas. E, para que a logística reversa funcione, o público deve estar conscientizado dessas implicações e a importância de deixar aqueles remédios vencidos e em desuso na farmácia ou drogaria. 

O QUE MUDA COM O DECRETO?

O Decreto 10.388 regulamenta e institui o sistema de logística reversa de medicamentos domiciliares vencidos ou em desuso. Não inclui, no entanto, resíduos gerados por serviços de saúde público ou privado. 

Ele será implantado em duas fases:

Fase 1: essa primeira etapa começa depois de 120 dias da assinatura do decreto e tem como principal objetivo a criação de um grupo de trabalho de entidades representativas para coordenar a implantação e estruturar o sistema de monitoramento.

Fase 2: já a segunda parte do processo se inicia em abril do ano que vem (2021), com a habilitação de prestadores de serviço, plano de comunicação, instalação dos pontos fixos de coleta e um cronograma que tem como meta estar implantado em cidades com mais de 100 mil habitantes.

O PAPEL DA FARMÁCIA – PONTOS 

As farmácias e drogarias ficam responsáveis por se tornar pontos fixos ou temporários de recebimento dos descartes. A adesão será voluntária. Por isso devem se adequar aos seguintes requisitos:

  • Adquirir, disponibilizar e manter, as suas custas, em seus estabelecimentos, dispensadores contentores, na proporção de, no mínimo, um ponto fixo de recebimento para cada dez mil habitantes, nas cidades com população superior a cem mil habitantes;
  • Registrar e informar no manifesto de transporte de resíduos a massa, em quilogramas, dos medicamentos vencidos ou em desuso descartados recebidos.

 O dispensador contentor disponibilizado no ponto fixo de recebimento:

  1. Deve ter a frase: “Descarte aqui os medicamentos domiciliares vencidos ou em desuso”;
  2. Outros recursos gráficos, como figuras esquemáticas, para auxiliar o consumidor a descartar os medicamentos domiciliares vencidos ou em desuso de forma segura; 
  3. Divulgação de: marca institucional figurativa ou mista ou campanhas de publicidade de interesse da farmácia.

AO VIVO SINCOFARMA EXPLICA TUDO 

O autor do Programa Nacional de Logística reversa de Medicamentos do Brasil Descarte Consciente, Dr. José Agostini Roxo, junto com Juan Ligos do Sincofarma, estarão ao vivo pelo canal do YouTube conversando sobre  “Logística Reversa de Medicamentos – tudo que as farmácias e drogarias precisam saber” para explicar e tirar suas dúvidas. 

Para participar com perguntas, receber ainda prêmios e ter direito ao Certificado de Participação, as inscrições deverão ser feitas através do site do Sincofarma: www.sincofarma.org.br

Fique de olho em nossas redes sociais para mais detalhes!

Fonte: Sincofarma


Compartilhe


Comentários