Dicas Magistrais – Saúde Mental com Florais



Dra. Liliane Barros, professora da área de manipulação no Sincofarma, vem com novas dicas hoje!

 

Caro leitor, na semana passada conversamos sobre as emoções e o resultado do desiquilíbrio no corpo físico e como poderíamos utilizar várias terapias para nos sentirmos bem.

As terapias e dicas são bem-vindas para nos sentirmos felizes no momento atual e cuidarmos da saúde mental.

O desequilíbrio energético é evidente neste momento de pandemia.

Hoje lidamos com sentimentos contraditórios, talvez de euforia em alguns momentos e de tristeza em outros, nos fazendo alternar sobremaneira.

Tínhamos a segurança ilusória dos acontecimentos, mas achávamos que isso fazia com que, apesar dos sentimentos que nos faziam mal, continuávamos na falsa sensação que tínhamos o controle da vida.

Hoje isso mudou e as emoções afloram de maneira mais abrupta no nosso coração e mente. Temos que encarar uma mudança e um caminho que podemos dizer são diferentes do planejado, o que causa incômodo ou medo pelo novo e por nos fazer sair da zona de conforto.

Estamos mais em casa com os familiares e conosco mesmo. Será que somos boa companhia?

É o momento para avaliarmos: somos boa companhia para nós mesmos e para os outros?

 

Recolhimento para o próprio benefício

Momento de introspecção, momento de Fênix, não digo morrer para renascer, mas de nos conhecermos e renascermos para este mundo que virá. Com certeza é aprendizado!

Cada um pode encontrar o que lhe traz alegria. Um bom livro, uma corrida, preparar uma refeição e compartilhá-la, aprender algo novo, meditar, estar na natureza, brincar com os pets… mas talvez precisemos de algo mais.

Os Florais de Bach podem ser a ajuda ideal neste momento. Eles favorecem um equilíbrio das nossas emoções, nos ajudando a sermos mais felizes. A nos olharmos e encararmos o que precisamos melhorar. Todos temos um lado sombra, e como é difícil encará-lo!! Somos tão bons e perfeitos, mas por que não sentimos isso lá dentro, no fundo do coração?

Porque é incômodo, muitas vezes dói, fugimos da dor e ficamos na superfície.

Os Florais de Bach têm a capacidade de trazer o lado positivo à tona, aquele que está escondido no meio de tantas críticas, desafios, perdas, tristezas, situações da vida que nos fazem sofrer.

 

Florais para alívio, saúde mental e conforto

O Dr. Bach desenvolveu um método para aliviar o sofrimento, onde as essências são retiradas da natureza, e por não serem tóxicas, não causam efeitos indesejáveis na nossa saúde.

Agem de maneira sutil, delicada, apoiam o paciente para que ele possa lutar contra as doenças físicas e psíquicas, harmonizando os fatores emocionais.

Podem ser utilizados com outros métodos de tratamento, tais como: alopatia, homeopatia, psicoterapia, entre outras, não causando interferência. Não apresentam efeitos colaterais e sua ação é suave.

Algo muito importante a destacar é que o tratamento é realizado no indivíduo e não na doença ou nos sintomas, fazendo com que o benefício seja refletido no indivíduo como um todo.

Os florais têm indicação para efeitos e não causas. Por exemplo, o paciente relata que sofre de insônia.

Tem indicação de florais?

Não.

Temos floral para o porquê que o indivíduo não dorme. Pensamentos repetitivos? Excesso de preocupação com entes queridos? Medo dos pesadelos? Medo de perder a mãe ou o pai (neste caso, bastante frequente em crianças).

Destaco que o tratamento pode ser utilizado em adultos, crianças, plantas e animais. Vou escrever sobre estes pacientes no futuro.

E o como agem? Isso fica para a próxima leitura! Espero vocês!

Gratidão!

Até a próxima semana com mais dicas magistrais!!!


Dra. Liliane Barros

WhatsApp: (11) 98269-8491
• Consultório – Rua: Barata Ribeiro, 380 – cj 26
Cerqueira César – São Paulo
Atendimento de terapias integrativas e complementares – Reiki, Florais, Meditação e Fitoterapia.
• Consultoria Técnica Magistral.
Instagram: @profa_liliane_barros
e-mail: lilianeabarros@gmail.com
LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/liliane-almeida-barros-05118934

 

 

Fonte: Comunicação Sincofarma/SP


Compartilhe


Comentários