Serviços
Benefícios
Agenda de Cursos
Balcão de Talentos
Meu Cadastro
Contribuições

Fundação Oncocentro de São Paulo (FOSP) – um marco na prestação de serviços à saúde pública do Estado



Fundação atua desde 1974 no oferecimento de um amplo agrupamento de serviços.

 

O CEON (Centro de Oncologia) foi fundado em 1967 por um grupo de professores da Faculdade de Medicina da Usp. O objetivo era aprimorar e coordenar os estudos e atividades no setor de cancerologia.

Após sete anos em exercício na faculdade, com atividades educacionais, como cursos e palestras, em 25 de abril de 1974, o Governo Estadual criou a FCPO – Fundação Centro de Pesquisa em Oncologia, com a proposta de substituir o CEON, com o aperfeiçoamento da pesquisa, ensino e assistência em cancerologia. O incentivo estava nas atividades de prevenção e detecção precoce do câncer. Fazia parte do Conselho Curados da Fundação, um representante da Faculdade de Medicina da USP.

Em 1986, foi quando a instituição se tornou a FOSP – Fundação Oncocentro de São Paulo. Até então, a entidade priorizava ações preventivas às mulheres com diagnóstico ou suspeita de câncer de mama ou colo de útero, de modo que agora ampliava suas atividades para também trabalhar como assessora na formulação e condução da política de saúde na área de Oncologia do Estado de São Paulo.

Com o surgimento do SUS, logo mais união entre as instituições de saúde, a FOSP ampliou suas atividades assistenciais para outras unidades de saúde e hospitais públicos e filantrópicos. Atualmente, a FOSP é a organização que gera condições para a melhoria das ações médico-assistenciais em oncologia, colocando-se como órgão de apoio da Secretaria de Saúde para colaborar com a política de saúde em câncer no Estado.

De acordo com o Estatuto da FOSP, os objetivos da mesma são:

  • realizar estudos e pesquisa em cancerologia;
  • promover a formação de cancerologistas e o treinamento de técnicos especializados;
  • pesquisar novos métodos de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer e de doenças correlatas;
  • desenvolver esforços visando a identificação e prevenção de fatores cancerígenos de natureza química, física ou biológica;
  • divulgar entre os profissionais de Medicina e outros ligados à área de saúde, assim como junto ao público, ensinamentos essenciais sobre cancerologia;
  • registrar os casos de câncer e empreender estudos epidemiológicos;
  • cooperar técnica e administrativamente com entidades públicas e particulares, mediante convênios, para fins de pesquisa, ensino e assistência em cancerologia.

 

Conheça mais sobre a Fundação Oncocentro de São Paulo – FOSP!

 

Fonte: Comunicação Sincofarma/SP


Compartilhe


Comentários