Grace aposta na indústria farmacêutica para crescer no Brasil



A empresa química norte-americana W. R. Grace & Co escolheu a indústria farmacêutica como uma plataforma-chave de expansão no mercado brasileiro.

 

A companhia é líder global em sílicas especiais, oferecendo qualidade e reprodutibilidade incomparáveis ​​de seus produtos químicos finos, resinas de cromatografia, excipientes de formulação e silicas para entrega de ingrediente ativo para as indústrias farmacêutica e nutracêutica.

A sílica gel pode ser definida como uma matéria-prima multifuncional. O know-how da Grace permite que a empresa adapte seus produtos especificamente às necessidades do cliente. Por exemplo, quando adicionada diretamente ao medicamento, a sílica permite a absorção de umidade e proporciona fluidez aos pós, além de evitar que eles se desintegrem durante o processo de compressão. As sílicas Grace também protegem sachês e cápsulas contra os efeitos nocivos da umidade durante o armazenamento e o consumo.

Há 67 anos no Brasil, a empresa atende diversas indústrias no país. Sua divisão de Consumer & Pharma é o maior subsegmento dentro dos negócios de Materials Technologies em nível global e na América Latina. “Nosso volume de vendas nessa região tem grande relevância e merece destaque. Segundo estimativas de mercado, o Brasil tem a maior projeção de crescimento no consumo de medicamentos até 2024, saltando da décima para a sexta posição global”, enfatiza Régis Cordova da Silva, diretor de vendas para a América Latina.

Em todo o mundo, a divisão Consumer & Pharma teve receita anual de US$ 151 milhões em 2020. Hoje a Grace mantém relacionamento ativo com 70 das 100 maiores indústrias farmacêuticas globais, com projetos em desenvolvimento e relacionamento comercial com mais de 300 laboratórios.

Player líder em sílica-gel especial

A fábrica localizada em Sorocaba (SP) produz sílica gel para todos os seus clientes latino-americanos, além de dar suporte a indústrias na América do Norte, Europa e Ásia. Um dos principais diferenciais da sílica gel está na capacidade da Grace de ajustar propriedades tais como o tamanho da partícula e personalizar a sílica para atender às especificações da indústria e do cliente.

“As partículas de sílica gel da Grace podem ser manipuladas de várias maneiras, seja aumentando o tamanho, alterando o volume dos poros ou transformando a área superficial. Elas podem ser utilizadas para transformar produtos líquidos em pós, além de serem aplicadas na purificação do óleo de cannabis ou na separação do THC”, explica Régis Silva.

Benefícios para a cadeia de suprimentos

Por meio de fábricas estrategicamente espalhadas pelas Américas, Europa e Ásia, a Grace pode atender às demandas globais por produtos de sílica gel de grau farmacêutico de alta qualidade. “Se uma farmacêutica se interessar por um produto que não é desenvolvido no Brasil, podemos atender o cliente de diversas formas, por meio de importação direta ou colocando o produto na fábrica de Sorocaba e fornecendo localmente”, completa o executivo.

A companhia construiu fábricas e centros de armazenagem distribuídos estrategicamente em todo o mundo para continuar apoiando sua trajetória de crescimento no mercado farmacêutico. Especificamente para a América Latina, a Grace opera uma fábrica em Sorocaba (SP), além de armazéns no Brasil, Argentina, Colômbia e México.

Durante a pandemia, a Grace manteve um desempenho sólido ao disponibilizar soluções aplicadas em testes de diagnóstico e detecção da Covid-19. Além disso, farmacêuticas e fabricantes de matéria-prima estão usando a sílica gel Grace DAVISIL® para a purificação de lipídios usados ​​em vacinas de mRNA. A empresa também desenvolve excipientes utilizados ​​na produção de antibióticos e antivirais.

Fundação: 1854
Origem: Estados Unidos
Atuação no Brasil: desde 1954
Funcionários globais: 4,3 mil funcionários em 30 países
Vendas líquidas: US$ 1,7 bilhão
Clientes globais: 60 países, com cerca de 71% das vendas fora dos EUA
Fábricas: 22 plantas em oito países
P&D e serviço técnico: 13 instalações em 7 países
Patentes: mais de 1.100 patentes em todo o mundo; quase 600 pendentes

 

 

Fonte: Panorama Farmacêutico


Compartilhe


Comentários