Histórias de Balcão – Mau uso do anticoncepcional



Aproveitando a alta das vendas dos anticoncepcionais

Caso você não tenha lido, está perdendo ótimas notícias aqui no Sincofarma. Hoje vamos falar do aumento de 14% nas vendas dos anticoncepcionais em decorrência da pandemia.

Esta notícia me lembrou mais uma história de balcão. Então, vamos à ela:

Estava eu na primeira semana de atendente farmacêutica – balconista, quando um moça MUITO brava entra na farmácia gritando:

  • “Vocês me venderam pílulas de farinha”!! “Estou grávida e quero saber quem vai cuidar!”

Nestes momentos o mundo entra em rotação lenta, ela jogou o blíster em mim e continuou gritando sem parar!

Respirei bem fundo… e, contando até 10, usei o mínimo de farmacologia que me veio a mente, perguntei:

Veronica: “Explica para mim, como você tomou o medicamento e com o quê?”

Pode ser que tenha algo errado, pois a história das pílulas de farinhas já havia sido resolvida (assunto talvez para outra crônica).

Gritando, e com a farmácia já lotada de curiosos, ela respondeu:

Senhora: “Eu tomei certinho, tenho certeza, absoluta, em alguns dias que eu me esqueci, mas MEU MARIDO TOMOU”!

Quando ela falou isso e o marido concordou com a cabeça, foi só risada!! A senhora que chegou gritando dentro da farmácia, agora era alvo de risos porque dava o anticoncepcional para o marido e achava que tudo bem!

Agora, fazendo as contas, e, se tudo foi como esperado, a criança hoje já deve ter seus 20 anos.

 

Se você já ouviu no seu balcão alguma história? conte para nós! envie para comunicacao@sincofarma.org.br 

 

Fonte:


Compartilhe


Comentários