Serviços
Benefícios
Agenda de Cursos
Balcão de Talentos
Meu Cadastro
Contribuições

Pesquisa usa a própolis no tratamento de doença renal crônica



Trinta e duas pessoas com perda de 30% a 60% da função renal foram divididas em dois grupos.

 

A própolis pode ser a esperança para seis milhões de pessoas que sofrem de doença real crônica no Brasil. A doença ou insuficiência renal crônica é a perda lenta e gradual das funções renais. Quando não identificada e tradada, pode levar à paralisação dos rins.

Pesquisadores da Universidade de São Paulo tiveram a ideia de estudar o uso da própolis no tratamento da doença, que provoca a inflamação dos rins. Inflamados, os rins não conseguem realizar uma das principais funções: eliminar as toxinas do sangue. Com a ajuda da indústria, se chegou ao tipo e a quantidade ideais de própolis para ser tomada pelos participantes do estudo.

Trinta e duas pessoas com perda de 30% a 60% da função renal foram divididas em dois grupos: um recebeu quatro comprimidos com própolis por dia. Outro grupo recebeu cápsulas de placebo, sem efeito ativo. Depois de 12 meses, o resultado foi bastante animador.

“Quem recebeu própolis acabou reduzindo a perda de proteína. Significa uma redução da inflamação renal e uma redução dessa perda de proteína, que é um indicador da progressão da doença renal crônica”, explica o nefrologista e pesquisador Marcelo Silveira.

O cineasta Agenor Alves, de 74 anos, participou do estudo. Em doze meses, a doença foi estabilizada e ele não teve perda da função renal. “Durmo e levanto na hora certa. Eu segui tudo o que o médico falou. Espero que eu consiga chegar até os 100 anos”.

Os pesquisadores ainda estão estudando a própolis.

Os benefícios da própolis e do mel para a saúde

Ela é um excelente produto para regulação do sistema imunológico, um poderoso antioxidante, anti-inflamatório, antimicrobiano, cicatrizante, antiviral. O uso contínuo da própolis previne o envelhecimento das células, tecidos, melhora a resposta imunológica, exerce atividade frente a microrganismos patogênicos e não compromete a flora bacteriana positiva.

E o mel? Ele também é um excelente produto para a saúde. Fonte de energia, disposição, vitaminas, minerais e óleos essenciais que vem das flores que foram visitadas pelas plantas. Ele também auxilia em diversos processos metabólicos. Um excelente emoliente, laxante, umectante, acalma tosse, auxilia na melhora da qualidade do sono.

A pediatra e consultora do Bem Estar Ana Escobar falou sobre os benefícios da própolis e do mel. Veja o vídeo

Mel alivia a tosse? Ele tem uma substância que puxa água, deixando a mucosa da garganta hidratada. Isso alivia a irritação, diminui a tosse seca e reduz a inflamação. O mel deve ser dado para crianças acima de um ano, alerta a pediatra. Ele é indicado tanto para a tosse seca quanto para a tosse com secreção.

Mel com leite quente: resolve? Ele ajuda muito na tosse, mas o mel ainda é mais potente que o leite.

 

Fonte: G1


Compartilhe


Comentários