Serviços
Benefícios
Agenda de Cursos
Balcão de Talentos
Meu Cadastro
Convenções

Quem já teve sarampo deve tomar a vacina? Especialista tira dúvidas; veja VÍDEO



Sarampo é transmitido pelo ar e infecta o trato respiratório, podendo matar crianças malnutridas e bebês que ainda são muito novos para serem vacinados.

 

Assim como o Brasil, os Estados Unidos estão sendo obrigados a lidar com um aumento muito grande dos casos de sarampo. Um levantamento feito pelo Unicef aponta o Brasil como o terceiro país no ranking dos que tiveram o maior aumento de casos de sarampo entre 2017 e 2018.

O sarampo é uma doença muito contagiosa, mais do que ebola, tuberculose e influenza. O vírus pode ser contraído por alguém até duas horas depois de a pessoa infectada ter saído do local. O Bem Estar conversou com a infectologista e diretora técnica da secretaria de saúde (SP) Helena Sato sobre a vacina do sarampo, cuidados e prevenção.

O sarampo é transmitido pelo ar e infecta o trato respiratório, podendo matar crianças malnutridas e bebês que ainda são muito novos para serem vacinados. Uma vez infectado, não há um tratamento específico, por isso a importância da vacinação.

A única forma de se proteger do sarampo é através da vacina. Ela é disponibilizada gratuitamente pelo SUS em duas doses – tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), aplicada nos bebês aos 12 meses de idade, e tetra viral (as três doenças, acrescida da catapora), aos 15 meses.

“A vacina é extremamente bem tolerada. Ela é injetável e faz parte do calendário de vacinação. A primeira dose é dada com um ano e a segunda dose é dada com um ano e três meses”, explica Sato.

Quem já teve sarampo deve tomar a vacina. “O sarampo pode se confundir com outras doenças. Não necessariamente a pessoa teve sarampo”. Entre os sintomas estão febre, tosse, conjuntivite, manchas avermelhadas. Contudo, a infectologista lembra que outras infecções virais têm os mesmos sintomas.

É fundamental que as pessoas que não tomaram a vacina ou que não sabem se tomaram a vacina procurarem os postos de saúde.

Veja quem pode tomar a vacina

  1. Crianças de 12 meses a menores de 5 anos de idade: uma dose aos 12 meses (tríplice viral) e outra aos 15 meses de idade (tetra viral).
  2. Crianças de 5 anos a 9 anos de idade que perderam a oportunidade de serem vacinadas anteriormente: duas doses da vacina tríplice
  3. Pessoas de 10 a 29 anos: duas doses da vacina tríplice
  4. Pessoas de 30 a 49 anos: uma dose da vacina tríplice viral

Quem não pode tomar a vacina? Casos suspeitos de sarampo, menores de seis meses, grávidas, pessoas imunodeprimidas e pessoas acima de 49 anos.

Sintomas

  • Febre alta com manchas vermelhas no corpo (normalmente as manchas começam atrás do pescoço e atrás da orelha. Depois aparecem no rosto e vão descendo para braços, tronco e pernas)
  • Tosse
  • Coriza
  • Conjuntivite

Complicações do sarampo

  • Infecções respiratórias
  • Otites
  • Doenças diarreicas
  • Doenças neurológicas

As complicações podem deixar sequelas como diminuição da capacidade mental, cegueira, surdez e retardo do crescimento.

Como evitar a transmissão

  1. Lave as mãos com frequência
  2. Quando espirrar, coloque o braço para tampar o nariz. Jamais use as mãos.

 

Fonte: G1


Compartilhe


Comentários