Reforma tributária pode aumentar preço de remédios



O impacto da reforma tributária sobre a saúde foi o tema de um debate na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) na última quarta-feira (17).

Segundo os participantes, as propostas em discussão atualmente trarão grandes impactos para o setor, a começar pelo aumento no preço de medicamentos.

A reforma também pode gerar custos extras para o próprio governo, que abastece os hospitais públicos e distribui remédios por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

“A população tem que saber que está pagando o medicamento caríssimo porque os tributos desse país são em cima do consumo”, comenta a senadora do Pros do Rio Grande do Norte, Zenaide Maia, que caracteriza a tributação sobre os fármacos uma “crueldade sem limite”.

Os impactos da reforma tributária na saúde privada

Além dos medicamentos, outro setor com potencial de grande encarecimento com os atuais projetos para reforma tributária são os de hospitais e laboratórios privados e também a saúde suplementar. Bruno Sobral, representante da Confederação Nacional de Saúde aponta um potencial de aumento superior a dois dígitos.

“Você teria um aumento de 15,5% em hospitais e laboratórios e um aumento de 21,6% de planos de saúde. Esse é o aumento final para o consumidor. Uma perspectiva de impacto não para o setor somente, não só para o empresariado, mas para o consumidor de saúde privada, que hoje representa mais de 25% da população brasileira”, aponta.

Fonte: Panorama Farmacêutico

Publicado em 19 de novembro de 2021


Compartilhe


Comentários