Saiba quais são as principais causas de perdas de vacinas



Parceira do Sincofarma, Biotecno, é especialista na refrigeração de vacinas e possui condições exclusivas aos associados do Sincofarma.

 

A expressão “conservação de vacinas” está sendo cada vez mais procurada e discutida, pelo interesse no público sobre as novas vacinas contra a Covid-19.

Todavia, é primordial analisar o assunto de forma técnica. Segundo análise da revista científica Vaccine, os erros mais comuns na cadeia de frios, que levam ao comprometimento das vacinas são:

  • Exagero na proteção das vacinas contra o calor e chegar a expor ao congelamento – conforme 31% das falhas encontradas no estudo;
  • Refrigeradores que não são específicos para conservação de vacinas, com temperaturas menores do que 0°C – representaram 21,9% das perdas;
  • A falta de monitoramento da temperatura também foi assinalada como uma das causas de perdas, com o desvio da faixa de temperatura entre 2°C a 8°C.

A forma correta de eliminar todos esses riscos é utilizar câmaras de refrigeração científicas, como as da Biotecno.

 

Parceira do Sincofarma conservou a primeira vacina contra o coronavírus aplicada no Brasil

A Biotecno, a câmara que conservou a primeira vacina Coronavac aplicada no Brasil, tem registro no Ministério da Saúde, ANVISA e na FDA norte-americana. As farmácias associadas do Sincofarma podem ter essa tecnologia para conservação de vacinas, pela parceria do Sincofarma e Biotecno, com instalação, treinamento, frete grátis e adesivos personalizados com a sua marca.

Adquira direto com a indústria! Informe que você é associado Sincofarma/SP, através dos contatos:

Tel.: (55) 98423-1703 / (55) 98402-5185 / (55) 98421-0981

Site: www.biotecno.com.br

 

Fonte: Comunicação Sincofarma/SP


Compartilhe


Comentários