Segmento de farmácia e saúde cresce 65% no e-commerce



Após um ano de pandemia, muitos hábitos foram modificados, transformados e adaptados para operarem nesse novo contexto. Um deles, certamente, foi o hábito digital: o comércio eletrônico brasileiro registrou nesse período  1,66 bilhão de acessos, um aumento de 40% em relação ao período anterior.

 

O dado é de um estudo realizado pela agência Conversion.

Dos 15 setores analisados pela pesquisa, 10 tiveram aumento de mais de 30% no YoY (Year over Year), como é o caso de Farmácia & Saúde (+65,22%), que vem em 4º lugar entre os segmentos com maior crescimento em um ano e ocupa o 2º lugar no maior número de acessos dos últimos 13 meses.

Com as restrições de circulação e as medidas de precaução contra a Covid-19, aumentou a busca por medicamentos e demais itens de saúde na internet.  “Os cuidados com a saúde e com a prevenção contra o coronavírus foram se integrando à rotina da população neste último ano de forma bastante rápida. A higiene com as mãos tornou-se uma preocupação de primeira ordem, aumentando a busca por produtos com essa função”, explica a CEO da Aya Tech e engenheira química, Fernanda Checchinato.   A empresa é criadora de um antisséptico sem álcool, que também pode ser utilizado na pele de crianças e idosos, e que teve um importante crescimento nas vendas durante o período mencionado na pesquisa.

“Essa transformação digital no setor farmacêutico certamente veio para ficar, na verdade não só nesta categoria como em tantas outras. A pandemia acabou direcionando para o ambiente digital um contingente que estava apenas no comércio presencial, e que passou a considerar o e-commerce em suas compras”, explica Fellipe Guimarães, CEO da Codeby, empresa de tecnologia.

O executivo viu de perto essa transformação. Sua empresa foi responsável pela rápida implementação do sistema de e-commerce da Extrafarma, uma das maiores redes de farmácia do país. O projeto foi realizado durante a pandemia, a toque de caixa, de forma a atender com a máxima agilidade e segurança os clientes da rede, que em parte migraram das mais de 400 unidades físicas para o ambiente digital.

Ainda segundo a pesquisa, a categoria Farmácia & Saúde atingiu 564,58 milhões de acessos nos últimos 12 meses.

 

Fonte: Panorama Farmacêutico


Compartilhe


Comentários