Tranquilizantes são usados com mais frequência do que o recomendado



Reagindo a um aumento no uso de sedativos benzodiazepínicos, como Valium, Xanax e Ativan, as autoridades norte-americanas determinaram que esses medicamentos tragam em suas caixas avisos alertando sobre os perigos que seu uso pode trazer, incluindo potencial para abuso, dependência e outros riscos graves.

Os benzodiazepínicos são tranquilizantes comumente prescritos para ajudar a aliviar problemas como ansiedade, convulsões, insônia e transtornos de pânico. Embora sejam terapias importantes para muitas pessoas, eles estão sendo comumente usados de forma abusiva e indevida, muitas vezes combinados com analgésicos opioides e outros medicamentos, álcool e drogas ilícitas.

Em um relatório divulgado em 2019 pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, descobriu-se que os benzodiazepínicos estão envolvidos em um terço de todas as overdoses fatais de opioides. As drogas também estiveram envolvidas em quase dois terços das overdoses ligadas ao opioide sintético letal fentanil.

O relatório analisou dados de 2017-2018 de 25 estados. De acordo com o FDA, somente em 2019, mais de 92 milhões de prescrições foram escritas para benzodiazepínicos, com os medicamentos mais comumente usados ??nesta classe sendo alprazolam/Xanax (38%), seguido por clonazepam/Klonopin (24%) e, em seguida, lorazepam/Ativan (20%).

Os benzodiazepínicos são muito úteis para o tratamento de curto prazo de distúrbios para os quais são recomendados, geralmente com uso de menos de um mês. Contudo, os pesquisadores ressaltam que, de acordo com dados recentes do FDA, aproximadamente 50% das prescrições de benzodiazepínicos eram para mais de dois meses de medicamentos.

Os pesquisadores destacam que os pesquisadores precisam considerar os riscos e benefícios da prescrição de cursos mais longos desses medicamentos. O FDA espera que, ao adicionar verborragia ao alerta atual, os provedores sejam extremamente cuidadosos não apenas ao prescrever esses medicamentos, mas também estejam atentos à duração.

Os benzodiazepínicos podem causar dependência física quando tomados continuamente, podendo ter sinais e sintomas de abstinência. Para cessar o uso dos tranquilizantes, é preciso orientação médica, pois a interrupção abrupta pode causar sintomas graves, incluindo convulsões, que podem ser fatais.

 

Fonte: Terra Saúde


Compartilhe


Comentários