Serviços
Benefícios
Agenda de Cursos
Balcão de Talentos
Meu Cadastro
Convenções

Treinamento de força e doenças crônicas



Várias doenças crônicas como incapacidade de mobilidade, doença cardiovascular, diabetes tipo 2 e câncer aumentam sua incidencia com o avanço da idade.

 

Para reduzir o risco de doenças crônicas, várias diretrizes indicam que é necessário 150 minutos de atividade física moderada ou 75 minutos de treinamento aeróbico vigoroso semanalmente.

Entretanto, muitos estudos tem demonstrado a importância do treinamento de força para reduzir o risco de doenças crônicas associadas ao envelhecimento.

Novo artigo de revisão foi publicado neste mês na revista com acesso livre Frontiers Physiology, onde pesquisadores canadenses abordam a importância do treinamento de força para reduzir o risco de doenças crônicas associadas ao envelhecimento.

Evidências tem apontado o treinamento de força como uma estratégia preventiva eficiente contra uma série de doenças crônicas tradicionalmente associadas ao desempenho aeróbio.

Além disso, as evidências favorecem que o treino de força pode minimizar o declínio na mobilidade.

Portanto, com base nesta revisão os autores propõe que seja incentivado o treinamento de força nas diretrizes de exercício, particularmente para pessoas idosas.

 

Fonte: Ciência do Exercício


Compartilhe


Comentários