Varejo on-line tem faturamento de R$ 4,1 bilhões em São Paulo, após crescer 67,3%



Com aproximadamente 90 dias de isolamento social, por conta da pandemia, consumidores investiram no modelo de compra remota.

 

Estudo recente realizado pela Compre&Confie, empresa de inteligência direcionada a e-commerce, expos que entre os dias 24 de fevereiro e 24 de maio de 2020, o mercado varejista on-line no município de São Paulo, teve faturamento de R$ 4,1 bilhões, com alta de 67,3% em relação ao mesmo período do no passado. O aumento se deve ao fato das medidas de isolamento social, por conta da pandemia global de Covid-19.

O volume de compras é o indicativo da expressividade do aumento. Em comparação à 2019, o número aumentou 82,1%, totalizando 12,1 milhões de compras. Outro fator significativo é a comodidade de acesso aos produtos. Os setores com maior crescimento foram:

  • Cama, Mesa e Banho (+187%);
  • Brinquedos (+153%);
  • Beleza e Perfumaria (+151%);
  • Pet Shop (+130%).

Outras áreas com aumento significativo no ranking também foram a saúde, com +128 e decoração, com +104%.

Conforto e higiene

O mesmo estudo também buscou analisar individualmente os produtos com maior aumento de vendas remotas, e indicou que limpeza e conforto estavam entre os produtos mais procurados. Os itens mais buscados foram:

  • Álcool em gel (+11003%);
  • Roupas de baixo para crianças (+7516%);
  • Toalha infantil (+7215%);
  • Produtos para unhas (+7212%);
  • Pijamas (+7010%).

No Brasil, dentro do mesmo período, o e-commerce progrediu 71%, com faturamento de R$ 27,3 bilhões. O total de pedidos realizados no país foi de 68.9 milhões, com alta de 82,1% em relação ao mesmo intervalo de tempo em 2019.

 

Fonte: Comunicação Sincofarma


Compartilhe


Comentários